QUÍMICA

Matéria, composição e propriedades.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

pH

pH uma aplicação: Você sabia?

Artigo Scielo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-40422007000100038

Saiba mais!

Levar para a aula de inglês!

Bons estudos!

27 comentários:

  1. O pH (potencial hidrogeniônico) consiste em um índice que sugere a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer. Em relação a isto, encontrei o apenas o resumo de um artigo científico que não está disponível, mas a ideia é interessante de duas alunas do Curso de Tecnologia em Cosmetologia e Estética da UNIVALI. O artigo é sobre ‘’Variações do pH de sabonetes líquidos e sólidos’’ disponível em:

    http://siaibib01.univali.br/pdf/Andriely%20Grosskopf%20e%20Damiell%20Dutra%20Albrecht.pdf

    E abaixo encontra-se uma apostila ‘’Sabonetes líquidos: Sintéticos e naturais’’ exclusiva explicando prós e contras dos sabonetes líquidos relacionado com o pH já que os sabonetes líquidos tem se tornado uma real alternativa para manter o equilíbrio ácido-basico da superfície cutânea, disponível em:

    http://projetos.unioeste.br/projetos/gerart/apostilas/apostila8.pdf

    E em relação às técnicas de diluição e neutralização ao combate do acidente rodoviário são significantes e interessantes, pois ficou clara a aplicação destas técnicas levando em consideração o fato deste conteúdo ter sido empregado em sala de aula. Conveniente o caso de que a técnica de diluição deve apenas ser utilizada nos casos em que não houver possibilidade de contenção do produto derramado e seu volume for bastante reduzido.


    Thays Karoline Andrioli EGQ 131

    ResponderExcluir
  2. Estes sites abordam a importância de manter o pH sanguíneo normal. Pois uma boa alimentação com alimentos ácidos e básicos, ajuda até a perder peso.... Bastante curioso...


    http://wikbio.com/pt/nossa-comida-deve-ser-de-80-alcalino-e-%C3%A1cido-20

    http://mdemulher.abril.com.br/dieta/reportagem/dietas/dieta-ph-equilibra-alimentos-acidos-basicos-554370.shtml

    Vanessa Wandersee Cunha OStroski

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Você sabia que pH do Shampoo é o mais importante para ter cabelos bonitos???

    Para a mulherada que procura o melhor shampoo para as madeixas tem uma lista de marcas e seus elevados pH. Quase chorei quando vi que o que eu usava tinha o ph 7 sendo que o indicado é entre 4,5 e 5.

    http://www.brasilescola.com/quimica/o-ph-xampu-quimica-cabelo.htm

    http://vilamulher.terra.com.br/voce-sabia-que-ph-do-shampoo-e-o-mais-importante-para-ter-cabelos-bonitos-9-7799169-6053-pf-chrisf.php

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. A maioria dos alimentos tem um ph levemente ácido. E ácido em excesso pode causar muitos problemas á saúde, como a fadiga. O artigo menciona que é um grande problema da população norte americana, o que não está muito longe da realidade da maioria dos países. O interessante que a acidez no corpo pode causar vários problemas que podem passar dispercebidos e não corelacionados corretamente. Como insônia, enxaqueca, retenção exessiva de água.

    http://www.vidaesaude.org/nutricao-saude/controlar-o-ph-do-corpo-significa-ter-saude-e-ficar-livre-de-doencas.html

    Sobre os acidentes ácidos em rodovias, é uma pena que a ténica mais eficiente ainda seja tão trabalhosa, perigosa a sáude humana e cara.

    Aline Celestino EGQ131

    ResponderExcluir
  7. O pH do sangue humano está inteiramente relacionado à saúde. Uma pequena variação do pH reduz o sistema imunológico, dando oportunidade para que seres vivos prejudiciais à saúde, como vírus, bactérias, fungos que vivem em meios ácidos, com pH abaixo de 7,0, proliferem e encontrem ambiente propício para viver.

    A maior parte das pessoas acometidas de câncer apresenta um pH no tecido de 4,5. Esse ambiente é pobre em oxigênio e muito propício para instalação de câncer. Dr. Otto Warburg da Alemanha duas vezes laureado, ganhou o seu primeiro prêmio Nobel pela descoberta de que o câncer se desenvolve em ambiente de menor quantidade de oxigênio e esse ambiente é criado quando o pH é baixo.

    Quando o pH do sangue está baixo, as gorduras são aderidas às paredes das artérias causando doenças do coração. As doenças causadas pela tireóide é resultado da deficiência do mineral iodo e esse elemento só é absorvido pelo organismo quando está com o pH ideal. Por isso, na sociedade atual é freqüente encontrar pessoas com doenças da tireóide, porque atualmente são valorizados os alimentos que proporcionam ao organismo um ambiente de pH baixo.

    Em resumo, estando o pH do sangue abaixo da normalidade 7,4, o organismo está propenso a todos os tipos de doenças do coração, fadiga crônica, alergias além de doenças causadas por vírus, bactérias e fungos. Uma maneira de manter o pH saudável é evitar alimentos com pH baixo, como café (em torno de 4,0), refrigerante (em torno de 2,0), cerveja (varia de 2,5 a 4,2 dependendo da marca).

    O nosso corpo tenta a todo custo manter o pH sanguíneo com o valor de 7,4, extraindo minerais do organismo para manter o pH alcalino quando não é suprido pelos alimentos. O consumo indiscriminado de açúcar produz pH ácido.

    A água para ser de boa qualidade e boa para a saúde tem de ter um pH entre 7,0 e 7,5.
    Um pH levemente alcalino do sangue aumenta a oxigenação das células e a imunidade, uma vez que, vírus e bactérias precisam de um meio ácido para sobreviver. Assim como o fogo precisa de oxigênio para existir, os vírus e bactérias necessitam de um meio ácido para se manterem vivos.

    Conclusão: Quando o pH do sangue está abaixo do normal, o organismo está propenso a qualquer tipo de doença. A sua água precisa ter o sabor da saúde! Fonte: Geólogo Sólon Barrozo Barreto.


    Thiane Tais Lando

    ResponderExcluir
  8. O pH DO SOLO E A COLORAÇÃO DAS PLANTAS

    O pH, consiste num índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer.

    Os valores de pH variam de 0 a 14, os solos que possuem valores de pH 0 a 7 são considerados ácidos, valores em torno de 7 são neutros e valores acima de 7 são considerados solos básicos ou alcalinos.

    O pH indica se o solo é ou não fértil, ou seja, se o local é apropriado para o cultivo de plantas. Para a agricultura, o valor do pH IDEAL é entre 5,5 a 5,8.

    O pH do solo pode variar de acordo com sua composição (rochas), concentração de sais, metais, ácidos, bases e substâncias orgânicas que são adicionadas no seu preparo para o plantio. O valor de pH de um solo pode ser modificado através do uso de substâncias alcalinas como o calcário, por exemplo.

    Mas como o pH do solo influi na coloração das plantas? Para exemplificar usemos as flores conhecidas como hortênsias, você já observou que em alguns lugares elas se apresentam com coloração azul e em outros, rosa? Por quê?

    As hortênsias são flores que se colorem obedecendo ao pH do solo, é como se o pH fosse o estilista deste tipo de flor. Em solos onde a acidez é elevada as hortênsias adquirem a coloração azul, agora nos solos alcalinos elas ficam rosa.

    Achei interessante esse site, pois não sabia que até as flores sofriam interferência do pH.

    http://www.mundoeducacao.com.br/quimica/o-ph-solo-coloracao-das-plantas.htm


    Bárbara Hoffman

    ResponderExcluir
  9. As formas e táticas de ação para controle de um acidentes no transporte rodoviário de produtos perigosos podem variar bastante, de acordo com o cenário da ocorrência, as características físicas e químicas dos produtos envolvidos e a quantidade vazada. A segurança e eficiência das medidas de controle serão diretamente proporcionais à existência de um planejamento prévio, que tenha definido um conjunto de procedimentos para atuar nestas circunstâncias. Abaixo segue dois links de acidentes com vazamento de ácido:

    01. http://g1.globo.com/goias/noticia/2012/06/vazamento-de-acido-contamina-o-solo-e-fere-funcionario-em-goiania.html

    02. http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/09/vazamento-de-acido-sulfurico-ocorre-em-terminal-do-porto-de-aratu-na-ba.html

    Fontes:
    ACIDENTES COM DERRAMAMENTOS DE ÁCIDOS. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2013.

    ÁCIDO SULFÚRICO VAZA EM TERMINAL DO PORTO DE ARATU, EM CANDEIAS. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2013.

    CARVALHO, Humberta. Vazamento de ácido contamina o solo e fere funcionário, em Goiânia. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2013.

    Regina Guimarães EGQ331

    ResponderExcluir
  10. O artigo deixa claro a importância de se ter uma convivência, ou um mínimo de entendimento das diversas áreas da ciência, com o intuito de uma maior disseminação e sucesso das nossas pesquisas e desenvolvimentos profissionais, que visem o avanço da tecnologia.
    Como conclui o artigo a respeito das mais diversas formar de se tentar medir com precisão a acidez ou alcalinidade de um meio,só foi possível com o surgimento do(peagâmetro), invento que só foi possível ao se conjugar conhecimentos de diversas áreas que possibilitaram o grande salto que o viabilizou.
    Estar antenado com o novo e os interesses em comum da sociedade, é oque nos leva ao verdadeiro entendimento.
    http://www.youtube.com/watch?v=sYK0-7h_3z4

    Eduardo Claviso do Amaral EGQ 331

    ResponderExcluir
  11. A importância do pH para uma boa compostagem

    O aproveitamento dos resíduos agrícolas, industriais, urbanos e florestais pode ser
    realizado através de um processamento simples denominado compostagem. A compostagem é efetuada em duas fases distintas: a primeira quando ocorrem as reações bioquímicas mais intensas, e a segunda ou fase de maturação, quando ocorre o processo de humificação.
    Porem é necessário ter alguns cuidados com os fatores que influencia a compostagem,pois sem um controle apropriado do processo, a produção de odores pode tornar-se um problema, assim com a produção de chorume.
    O pH do composto pode ser indicativo do estado de compostagem dos resíduos orgânicos. Assim, valores baixos de pH são indicativos de falta de maturação devido à curta duração do processo ou à ocorrência de processos anaeróbios no interior da pilha em compostagem.
    À medida que os fungos e as bactérias digerem a matéria orgânica libertam-se ácidos que se acumulam e acidificam o meio. Este abaixamento do pH favorece o crescimento de fungos e a decomposição da celulose e da lenhina. Posteriormente estes ácidos são decompostos até serem completamente oxidados. No entanto, se existir escassez de oxigênio o pH poderá descer a valores inferiores a 4,5 e limitar a atividade microbiana, retardando, assim, o processo de compostagem.
    Nestes casos deve-se remexer as pilhas de compostagem para o pH voltar a subir. Os microorganismos que atuam na compostagem têm como faixa ótima de desenvolvimento pH entre 6,5 a 8,0, portanto, quando bem conduzida, a compostagem não apresenta problemas relacionados ao controle de pH (PEIXOTO, 1988).

    http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/Compostagem_000fhc8nfqz02wyiv80efhb2adn37yaw.pdf

    FILIPE DE BORBA COAN - EGQ 341

    ResponderExcluir
  12. Vou complementar algo relacionado ao que disse a Thiane: SAÚDE - sangue ácido=câncer.

    A maioria das doenças que está em "ascenção na atualidade" são causas de um descontrole do que sempre foi (e ainda deveria ser) natural; do que nunca se precisou controlar, que é o surgimento (ou sustituição) de células no corpo. Tal descontrole está ligado ao baixo pH. E isto é causa da MÁ ALIMENTAÇÃO.

    Não nos damos conta, mas um grande vilão (o grande aliado do câncer) está em todas as mesas, todas as festas e recreações.
    Encontra-se em todas as prateleira, o 'veneninho' bem embalado, em diversas cores e sabores; acessível à todas as crianças, jovens, idosos... Estou falando de...REFRIGERANTE.

    Se você não acha que é 'grande coisa'... ou diz que 'um golinho não faz mal'... veja o que só um golinho pode causar no pH de seu sangue e, consequentemente, na sua saúde.

    Favor, sejamos engenheiros do bem!
    Vamos ganhar nossa vida com projetos? SIM!
    Vamos acabar com os projetos de vida das pessoas???

    Vejam: http://www.youtube.com/watch?v=I_KL0cy8zwM

    ResponderExcluir
  13. O que é muito interessante é que apesar de a legislação na maioria dos estados, exigir que o pH do efluente esteja sempre entre 6 e 9 (como consta no próprio artigo) e que alguns ecossistemas consigam "tratar o efluente" com pH acima de 5, o pH abaixo de 6,5 ou acima de 7,5 já modifica toda a biota de um sistema aeróbio de lodo ativado, ou seja, para um bom funcionamento precisa-se verificar sim o pH para atender as legislações ambientais, mas principalmente para reduzir os custos de tratamento de efluentes, mantendo a biota "saudável" para se alcançar o maior aproveitamento do sistema de lodos ativados e maior qualidade do efluente tratado.

    Cinthia Angeli de Mira EGQ-341

    ResponderExcluir
  14. Achei interessante que nas estações de tratamento de águas, são várias as etapas cujo controle envolve as determinações de pH. A coagulação e a floculação que a água sofre inicialmente é um processo unitário dependente do pH; existe uma condição denominada “pH ótimo”.
    Quando se tem uma estação de tratamento com bactérias o pH deve mais controlado ainda, pois sua variação pode levar a morte das bactérias, que são responsáveis pela decomposição da matéria orgânica, o que facilita o tratamento da água.

    Dolvina EGQ341

    ResponderExcluir
  15. Realmente, o pH é muito importante, tanto em processos industriais como no nosso organismo. Achei uma curiosidade bem interessante sobre pH da saliva: A fermentação do bolo alimentar produz ácidos, por exemplo, as bactérias existentes em nossa saliva fermentam os carboidratos dos alimentos produzindo ácido lático, essa reação leva a uma diminuição do pH da boca, ele fica abaixo de 4,5 (ácido).

    Tiago Vicente egq341

    ResponderExcluir
  16. pH ( potencial Hidrogeniônico):

    O pH é determinado através da concentração de H+ e OH-
    Quanto menor o pH de uma substância, maior é a concentração de íons H+ e menor a concentração de íons OH-,o contrario ocorre com o pH alto.

    Atualmente trabalho em uma estação de tratamento de efluentes industriais e sei o quanto é importante o monitoramento do pH no meu dia-a-dia.
    O controle do pH no processo de quebra ácida da emulsão de óleo solúvel é muito importante para um bom resultado do tratamento. A separação do óleo da água ocorre em meio ácido, para baixar o pH é utilizado ácido sulfúrico, após este procedimento a água é retirada e a mesma passa por outro processo que é a retirada de impurezas(sujeiras) presentes na mesma. Para tanto é necessário adicionar alguns produtos químicos e tal quantidade é monitorada através do pH. Inicialmente a água esta com o pH ácido, não sendo possível nessas condições realizar a coagulação e floculação, com o auxilio do hidróxido de sódio o pH é elevado na faixa de 6,0 à 8,0 condições estas ideais para uma boa coagulação, floculação e posterior decantação, separando assim as impurezas da água.
    Jonas Fabris EGQ 341

    ResponderExcluir
  17. Maria Gabriela Souza da Silva2 de maio de 2013 08:25

    Boa tarde!

    Estudar soluções e potencial hidrogeniônico é algo realmente interessante.

    Por exemplo, foi encontrado um homem que morreu por volta do ano 1800 e que foi mumificado sem ataduras, mas apenas por causa do solo alcalino que entrou no caixão.
    Ver mais: http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/entenda-a-mumia-que-virou-sabao-07012011-5.shl

    Outro interessante link é de uma publicação em espanhol com diversos experimentos de química. Na página 62 em diante, é apresentado um pouco sobre ácidos e bases; nas páginas 63 e 64 são listados algumas substâncias presentes em casa e seu pH.
    Ver mais: http://issuu.com/manuelsantervasmartin/docs/100-experimentos-sencillos-de-fisica-y-quimica?mode=window&pageNumber=63

    Maria Gabriela Souza da Silva EGQ331

    ResponderExcluir
  18. Bruna Beatriz Lobo Egq3116 de maio de 2013 16:46

    Na área química é extremamente importante conhecer o que é pH e como descobri-lo, pois ele é muito importante para diversos materiais, o mais importante é em relação a água: "Sabe-se que as águas ácidas são corrosivas, ao passo que as alcalinas são incrustantes. Por isso, o pH da água final deve ser controlado, para que os carbonatos presentes sejam equilibrados e não ocorra nenhum dos dois efeitos indesejados mencionados." Esse trecho foi tirado do link que foi disponibilizado, onde mostra a importância de sempre saber o pH. Mas nem todos conhecem, e não é por falta de informação, pois em uma simples pesquisa rápida é fácil entender como o pH é feito e o seu significado. Então é sempre bom enfatizar a importância desse método que talvez não seja tão valorizado.

    ResponderExcluir
  19. Chama efeito Bohr.

    A molecula de hemoglobina eh capaz de transportar até 4 moleculas de oxigenio. Ela deve ser capaz de capta-lo nos alveolos pulmonares e de libera-lo nos demais tecidos.
    A questão eh como a mesma molecula pode ligar e desligar do mesmo composto. Afinal a hemoglobina liga ou nao ao oxigeno?
    O pH de uma substância pode variar de acordo com sua composição, concentração de sais, metais, ácidos, bases e substâncias orgânicas e da temperatura.

    Alguns exemplos:

    A maioria das substâncias encontradas nos seres vivos (sangue, água, lágrimas) têm o pH aproximadamente neutro, com exceção de sucos gástricos (ácidos) e outros.
    A resposta esta no pH. Em meio mais acido (o metabolismo celular libera CO2) a constante de dissociação do oxigenio da hemoglobina eh alta, ou seja, ela nao cosegue segurar o oxigenio na sua estrutura. Quando passa pelos alveolos o sangue perde CO2 para o meio externo (expiração), o pH sobe e nessas condições a constante de dissociação eh pequena a a hemoglobina tem maior afinidade pelo oxigenio.

    ResponderExcluir
  20. O pH – potencial hidrogeniônico- tem grande importância nas estações de tratamento de água. Sendo que a coagulação e floculação que a água sofre inicialmente, é um processo dependente do pH, onde existe uma condição denominada de pH ‘‘ótimo’’.
    O pH final da água também é controlado, pois este deve apresentar valores entre 6,0 a 9,5; de acordo com a Portaria 518/04 do Ministério da Saúde, como cita o texto da CETESP. Isto porque as águas ácidas são corrosivas, e as alcalinas incrustantes. Se pararmos para analisar as informações contidas no final da fatura da conta de água, é possível verificar que a mesma contempla o valor médio de pH do mês, bem como a quantidade de amostras analisadas e trás também o valor permitido que é este estabelecido pelo Ministério da Saúde. Além de outros parâmetros que também são analisados, mas coincidentemente ou não o pH aparece em primeiro na tabela apresentada, mostrando a importância do mesmo.
    Aline Hilleshein - EGQ 331

    ResponderExcluir
  21. O termo pH mede, numa escala numérica de zero a 14, a acidez de um produto ou da própria pele. Sabe-se que pele seca tende a ter pH ácido o que a torna sensível, fina e opaca, esse tipo de pele tem poros visíveis, rugas finas e que se descamam facilmente.A pele normal tende a ter pH neutro a qual tem aspecto liso, macio e com poros pouco visíveis.A pele oleosa tende a ter pH básico o qual a deixa áspera, com brilho intenso, poros dilatados, poucas rugas, mas com cravos e espinhas.
    A pele tem ainda uma propriedade que regula o pH, fazendo com ele retorne ao seu valor normal sozinho. Porém, uma boa ajuda é escolher os produtos certos.
    Segue em anexo um link relacionados ao ph dos sabonetes e as indicações para utilização em pele normal: http://20.demo.leya.com/agcmv2/resources/8376c0638840f17b6f6a6f23052f6aefae596e2.pdf

    Eduarda Cani de Souza EGQ 131

    ResponderExcluir
  22. Potencial Hidrogeniônico (pH)
    O Ph é um fator importantíssimo no campo de saneamento ambiental. Por exemplo a coagulação, floculação, a desinfecção pelo cloro, até a distribuição final da água depende do ph, pois o mesmo deve ser controlado e para o consumo deve se encontrar entre 6 e 9,5 de acordo com o ministério da saúde. Também tem varias aplicações no tratamento de efluentes industriais, fazendo uma participação importante no tratamento, como a precipitação de quimica de metais toxicos e etc. Várias legislações e padrões se constituem em cima do pH.
    LETICIA TREZECIK SILVANO EGQ 131

    ResponderExcluir
  23. O estudo do pH é importante em diversas áreas da indústria, sendo inclusive um dos parâmetros avaliados para o controle de qualidade de algumas empresas.
    As empresas de produtos alimentícios precisam ter o pH adequado para que o mesmo não afete o consumidor do produto. Apesar disso, a mídia tem mostrado diversas marcas que tiveram lotes produtos com alterações de pH. Como por exemplo o Achocolatado Toddynho, que em 2011 liberou um lote com pH impróprio para consumo, este problema gerou 32 ocorrências de intoxicação (link: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/986671-exames-no-rs-apontam-ph-alterado-em-lote-de-toddynho.shtml)
    Encontrei um artigo bem interessante sobre uma embalagem desenvolvida na USP que muda de cor com a alteração do pH, o que ajuda a identificar produtos adulterados. http://www.usp.br/agen/?p=134049



    Amanda da Silva EGQ131

    ResponderExcluir
  24. pH (potencial hidrogeniônico) define-se como uma escala logarítmica que mede o grau de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma solução, variando com a temperatura e composição das substanciais. É chamado de potencial hidrogeniônico porque a acidez de uma substância depende da quantidade de íons H+ na solução (quanto mais forte o ácido, maior a concentração desses íons). Existem diversas formas de se medir o pH de uma solução: pela adição de um indicador (como a fenolftaleína, azul de bromofenol, entre outros), método não muito preciso porque apenas indica se o pH é ácido ou básico, não proporcionando o valor do mesmo; papel indicador universal (fitas de pH), que é uma mistura de indicadores de pH em papel absorvente, com uma escala de variação de cores do pH 1 até 14, determinado com auxílio de uma tabela fornecida; pHmetro, método mais exato, que consiste de um eletrodo acoplado a um potenciômetro, que funciona convertendo o potencial de eletrodo em valores de pH.

    Segue uma lista com os principais indicadores de pH e as cores que apresentam a cada faixa de pH: http://bomestudoanglo.zip.net/images/indicadoresdephlh6.jpg

    Existem também indicadores naturais de pH, como as hortênsias, que mudam de cor conforme o pH do solo. Segue um artigo interessante sobre esses indicadores: http://nerdaquimica.webs.com/apps/blog/show/10201487-indicadores-naturais-de-ph

    Karoline Juliana de Camargo - EGQ131

    ResponderExcluir
  25. Potencial Hidrogeniônico (ph) é um índice que mostra a acidez, neutralidade ou alcalinidade em um meio.
    É possível medir o PH de diversas coisas, como a água, de certos alimentos, bebidas, produtos de limpeza e até mesmo o PH do corpo humano. Mas dentre esses, o que mais me despertou interesse, foi o controle de ph nas indústrias cosméticas. A medição de PH de um produto deste seguimento é feita analisando o produto em questão e local do corpo onde ele será aplicado.
    http://essenciadediva.com.br/2013/02/18/o-ph-dos-cosmeticos/
    http://web.ccead.puc-rio.br/condigital/mvsl/Sala%20de%20Leitura/conteudos/SL_cosmeticos.pdf
    http://beladomus.blogspot.com.br/2011/10/ph-e-cosmeticos-para-cabelo.html

    Bruna Pereira da Silva Leonardo.
    EGQ131.



    ResponderExcluir
  26. Tudo na vida requer um equilíbrio. Até mesmo o do pH. Se uma solução está muito ácida ou muito básica, isso pode gerar problemas ambientais para a saúde.
    Uma das soluções que exige bom controle de pH é a água. Um líquido que chega a milhares de casas e que é consumido por milhares de pessoas. Se o pH da água não estiver moderado, isso poderá acarretar em danos que podem até se desencadear em um câncer (um câncer se desenvolve em meio ácido). Assim como também é necessário o controle de efluentes gerados por indústrias, que normalmente carregam metais pesados e soluções que prejudicariam rios e peixes.
    Para todo esse controle, foi criado algumas leis que possam controlar o pH dos produtos e punir os atos irregulares.

    Mariana S. Stahelin EGQ131

    ResponderExcluir
  27. Medir o pH é essencial. Nos artigos podemos notar sua importância vendo sua utilidade para o tratamento para emergências com materiais corrosivos e para o tratamento de águas.
    No artigo do Scielo, pode-se aprender como foi inventada a escala de pH e também os métodos para a determinação do mesmo.
    Para chegar ao pH necessário para o despejo da água do meio ambiente, a água passa por vários processos, dentre esses uma peneira grande onde se separa os materiais sólidos grandes. Após isso, passa por uma caixa de areia que tem como função remover os sólidos sedimentares. Após isso, uma caixa que retém o oléo e grama.
    Então a água passa por um processo para retirar os materiais orgânicos, e então a correção de pH com hidróxido de sódio ou com ácido clorídrico.
    Após isso, passa por vários processos específicos para a retirada de resíduos específicos ao processo. E então é feito todos os testes para que se comprove ser possível o despejo da água no meio ambiente novamente. Dentre esses o pH.
    Esse é um exemplo dentre vários outros possíveis.
    Abaixo um link no qual fala sobre a necessidade de medir o pH para a plantação de uvas: http://www.atividaderural.com.br/artigos/4eaaa9ca19a20.pdf


    Beatriz Luize EGQ 131

    ResponderExcluir